Desportos aquáticos em Açores

A grande diversidade deste belo conjunto de ilhas.

Por razão de sua localização no mapa mundi e também a sua diversidade litorânea, esta região lindíssima que faz parte de Portugal, possui aspectos excelentes e pontos incríveis para a prática dos desportos nos quais são necessários o maior bem da humanidade: a água.

Devido a essa possibilidade, muitos portugueses tornam-se atletas desta modalidade e mesmo que você não tenha nenhuma vocação esportiva, pode participar dos campeonatos, mesmo que através das apostas ou jogos online.

Se você é turista, pode ser que sua viagem até este destino incrível leve algumas horas, seja através de autocarro, avião ou automóvel.  Para seu entretenimento caso a viagem de férias esteja exaustiva, , não esqueça que existe O Casino Portugal e então você não precisa deixar de realizar suas apostas. Lembre-se que diversão e muito importante ao longo do percurso.

O lindo mar e países exuberantes das distintas ilhas que completam o arquipélago tornam possíveis e  incríveis a prática de desportos diversos, como por exemplo: bodyboard, surf, windsurf, remo, caiaque, sup, pesca esportiva, mergulho, dentre outros.

 

 

Melhores épocas do ano para a prática dos desportos aquáticos.

Todas as estações do ano são propícias para viver ou visitar este lugar maravilhoso. Entretanto, para a prática dos desportos aquáticos, é necessário tomar algumas considerações, para que as tentativas ou os treinos nao seja, frustrados.

Em toda a época fria e de inverno, são as ondas predominantes no mar,  que são oriundas da região norte agregadas a Terra Nova. No calor do verão, as ondas ainda ocorrem e por vezes, ainda mais intensas que no inverno. Tudo isso se deve aos ares gelados e também as chuvas e tempestades ocorrentes no Sul, ocasionadas por sua vez, por tempestades vindas dos trópicos e então atravessam o sul destas ilhas. Além disso,  existem conjunto de ondas nas quais ultrapassam os mais de onze mil quilômetros que dividem os Açores dos desníveis terrestres que se juntam entre a Antártica e África do Sul, popularmente conhecidas como mares de Agosto ou então inchas.

E então, o que e onde praticar?

A disparidade entre as paisagens advindas de formações vulcânicas e seus litorais mansos, assim como o clima brando favorecem principalmente a prática de canoagem, surf ou paddle surf. A prática do surf, por exemplo, pode ser realizada em qualquer uma das nove ilhas que formam o arquipélago, mas os locais mais indicados são: São Miguel e Santa Maria , pois lá existem as maiores ondas e mais extensas de toda a região.

Todo o arquipélago, nos dias de hoje, é considerado como um local, um porto de grande relevância inclusive para competições de regatas internacionais. Muito além de todo o litoral, existe também a prática de desportos aquáticos no interior, como por exemplo, em lagos e lagoas. Nas caldeiras formadas por vulcões, por exemplo, existem muito adeptos de canoagem ou paddle surf. Neste paraíso, ainda também existe o canyoning, um misto de altura, água e terra. Para este tipo de modalidade, as regiões mais procuradas pelos esportistas são: Flores, São Miguel e São Jorge, ambas com cascatas de tirar o fôlego de qualquer um.